Sejam bem-vindos ao Chris Hemsworth Brasil! Somos um site criado por fãs, sem fins lucrativos, com o objetivo de informar. Não temos contato com Chris Hemsworth ou seus agentes e é proibida a cópia total ou parcial deste site. Todo o conteúdo é creditado aos seus devidos criadores.

Chris Hemsworth não é estranho a grandes sucessos de bilheteria cheios de ação. Mas “Resgate”, seu filme de 2020 da Netflix, apresentou algumas das cenas de ação mais intensas que ele já fez, incluindo perseguições de carro, brigas e uma sequência ininterrupta de 12 minutos de cair o queixo que envolveu combate implacável, uma perseguição em alta velocidade e saltando entre edifícios.

Agora, Hemsworth está voltando para “Resgate 2”, uma sequência ambiciosa que ele espera que aumente ainda mais a ação. O novo filme, que chegará a Netflix em junho de 2023, mais uma vez segue Hemsworth como o mercenário letal Tyler Rake, e o ator diz que as cenas de ação da sequência são maiores do que nunca, chamando-as de “o treinamento de luta mais detalhado nas quais eu já fiz parte”.

“Nós meio que fomos para a lua”, diz Hemsworth à EW com uma risada. “Em um mundo de ação muito cheio, acho que fizemos algo único”.

O primeiro “Resgate” foi um grande sucesso para a Netflix, estabelecendo recordes como o filme original mais assistido na história do stream. A mesma equipe de filmagem retorna para a sequência, com Sam Hargrave dirigindo e os diretores dos Vingadores, Joe e Anthony Russo, de volta à produção. Joe Russo também escreveu o roteiro.

“Resgate 2” começa após os eventos do primeiro filme, com Rake sobrevivendo àquela queda brutal de uma ponte. Agora, ele está enfrentando uma operação ainda mais selvagem: invadir uma prisão impenetrável para resgatar a família de um gângster georgiano impiedoso. “É uma missão de fuga”, brinca Hargrave. “Mas é maior, mais malvado, mais mortal e mais perigoso do que qualquer coisa que vimos Rake passar”.

Tanto Hargrave quanto Hemsworth queriam que a sequência desse um mergulho mais profundo na história de vida de Rake, explorando sua bússola moral e seu passado complicado. Mas eles também queriam combinar isso com um espetáculo de alto risco, acrescentando ainda mais acrobacias. “Temos brigas, perseguições de carros, explosões, trens, helicópteros”, explica Hargrave, que trabalhou como coordenador de dublês e ator em filmes como Capitão América: Guerra Civil, Atômica e a série Jogos Vorazes. “É como se a fantasia de um fã de ação ganhasse vida. Pelo menos era para nós, designers de ação”.

Hemsworth diz que gostou especialmente de colaborar com os diferentes departamentos e filmar o máximo possível de acrobacias práticas. Uma cena particularmente complicada se passa em um pátio de prisão com neve e apresenta cerca de 300 figurantes. “Há algo tão satisfatório nisso”, explica ele. “Sem querer desmerecer os filmes da Marvel cheio de efeitos especiais, mas neles, você tem muita ajuda na pós-produção. Obviamente, eu não posso voar, então eles me ajudam nisso. Neste filme, consideramos que a ação é baseada na realidade, e muito dela é feito na câmera. Então, é uma energia diferente, e a preparação é muito mais extensa”.

Talvez o momento mais ambicioso em “Resgate 2” seja uma manobra emocionante em que um helicóptero pousa em um trem em movimento, enquanto Rake enfrenta todo um esquadrão de inimigos. A sequência inteira levou meses de coreografia e ensaio, além de muito treinamento de segurança. “Provavelmente a parte mais intensa não foram tanto os níveis de exaustão”, explica Hemsworth, “mas apenas o puro terror de todas as coisas que poderiam ter dado errado, mas felizmente não deram”.

Hargrave acrescenta que, mesmo agora, ele ainda se lembra da “adrenalina” de se empoleirar no topo daquele vagão, e ele espera que isso também faça o sangue do público bombear.

“Nunca me esquecerei de estar embaixo daquele helicóptero”, diz o diretor. “Eu era nosso operador de câmera naquele momento, então estava filmando. Eu poderia estender minha mão e dar um high-five em nosso piloto. Foi incrível”.



O AACTA Awards (Australian Academy of Cinema and Television Arts Awards) é uma premiação australiana que reconhece a excelência de profissionais da indústria cinematográfica e televisiva, tanto nacional quanto internacionalmente. É a premiação de maior prestígio da indústria cinematográfica da Austrália, sendo considerada o “BAFTA” australiano.

Neste ano, em sua 12ª edição, o AACTA concedeu a Chris Hemsworth o prêmio “Trailblazer“. Este destaca as conquistas, habilidades e sucessos de um australiano da indústria que inspire outros. Neste caso, Chris Hemsworth foi homenageado principalmente pelos seus esforços em trazer mais produções hollywoodianas para serem gravadas na Austrália, como Thor: Amor e Trovão, Furiosa e Spiderhead, todas estreladas pelo ator.



O prêmio foi entregue à Hemsworth pelo ator neozelandês Russell Crowe, famoso por “Gladiador” e recentemente pelo papel de Zeus em “Thor: Amor e Trovão”.

Em seu discurso de agradecimento, Chris disse, “É uma grande honra receber o prêmio Trailblazer da da AACTA hoje a noite de alguém em que eu sempre me inspirei e quem também pavimentou o caminho para muitos de nós lá fora. A carreira que eu tenho aproveitado até agora tem sido tão recompensadora e eu não dou por garantido o início que a indústria cinematográfica australiana me deu. Eu farei o que eu puder para levar nossas incríveis equipes e criativos para o resto do mundo e encorajar grandes produções para virem aqui pra baixo. Estou ansioso para celebrar esse belo reconhecimento hoje com minha família e amigos”.



Hemsworth também comentou o evento em seu Instagram: “Realmente honrado por ter recebido o prêmio AACTA Trailblazer ontem à noite. Um grande obrigado a um herói meu, Russel Crowe, por apresentá-lo. Fui inspirado por meus colegas australianos por sua incrível ética de trabalho, espírito colaborativo e talento inegável representar este país significa tudo para mim. Obrigado!”

Chris estava acompanhado da esposa Elsa Pataky e dos pais, Leonie e Craig Hemsworth na tarde de 07/12, quando participou da cerimônia de premiação em Sydney.

Confira todas as fotos do evento na nossa galeria!



Dia 06/12 aconteceu a edição de 2022 do People’s Choice Awards, premiação baseada na indicação e votação pública dos fãs. Nesta edição, Chris Hemsworth concorria em duas categorias e “Thor: Amor e Trovão” em outras duas, como anunciamos nesse post aqui.

Das 4, Chris Hemsworth ganhou na categoria de The Male Movie Star of 2022 (Estrela Masculina de Cinema de 2022) por Thor: Amor e Trovão! Na categoria também concorriam Brad Pitt, Chris Pratt, Daniel Kaluuya, Dwayne Johnson, Miles Teller, Ryan Reynolds e Tom Cruise. Este é o terceiro prêmio do People’s Choice Awards que Chris Hemsworth ganha.

Chris não foi pessoalmente à premiação, mas enviou um vídeo agradecendo o prêmio:

“Oi pessoal. Muito obrigado por esse prêmio. Sinto muito que não pude estar aí pessoalmente. Eu amo o que eu faço. Amo meu trabalho, também é minha paixão. É um sonho se tornando realidade e nada disso é possível sem seu apoio. Não se passa um dia sem que eu sinta um senso profundo de gratidão. E obrigado a todos vocês, a audiência, aos fãs, por tornarem isso possível. Não estaria aqui sem vocês. Tenham uma ótima noite. Amo vocês.”, disse Chris Hemsworth em discurso de agradecimento que foi transmitido durante a premiação.

Confira a lista completa de ganhadores clicando aqui.



A edição de 2022 do People’s Choice Awards chegou mais uma vez e as votações já estão abertas! Para quem não sabe, o PCA é uma premiação que leva em conta os votos dos fãs, então quanto mais votar, melhor.

Neste ano, Chris Hemsworth foi indicado em 2 categorias sozinho, e em outras duas com Thor: Amor e Trovão. Sendo:

The Movie Of 2022
The Action Movie Of 2022
The Male Movie Star Of 2022
The Action Movie Star Of 2022

É hora de prestigiar nosso ator favorito votando muito!


Como votar:

Opção 01:
Acesse o link da votação abaixo, faça login com e-mail ou facebook e clique na opção. Arraste a barrinha até o 25, confirme e pronto! Você pode votar todos os dias, dando 25 votos em cada categoria.

Vote na categoria “THE MALE MOVIE STAR” clicando aqui.
Vote na categoria “THE ACTION MOVIE STAR” clicando aqui.
Vote na categoria “THE MOVIE OF 2022” clicando aqui.
Vote na categoria “THE ACTION MOVIE OF 2022” clicando aqui.


Opção 02:
Poste um tweet com as tags do nominee + categoria + PCAs. Não há limite de votos dessa forma! Exemplo:

“Voto no #ChrisHemsworth para #TheMaleMovieStar de 2022! #PCAs”
“Voto no #ChrisHemsworth para #TheActionMovieStar de 2022! #PCAs”
“Voto em #ThorLoveAndThunder para #TheMovie de 2022! #PCAs”
“Voto em #ThorLoveAndThunder para #TheActionMovie of 2022! #PCAs”

Lembre-se que os nomes dos indicados e da categoria devem estar em inglês!

As votações se encerram dia 09/11 e a premiação acontecerá no dia 06/12!



Em 2016, durante a press de divulgação de ‘Star Trek: Beyond’, J. J. Abrams havia confirmado ao jornalista Scott Mantz que um quarto filme da franquia Star Trek iria acontecer e contaria com Chris Pine e o retorno de Chris Hemsworth, que começou sua carreira em Hollywood ao interpretar George Kirk, pai do Capitão Kirk, no filme de 2009.

Em uma entrevista para a Esquire, divulgada na última semana, os criadores “O Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder” e escritores de “Star Trek Beyond” Patrick McKay e John D. Payne falaram sobre o filme que eles escreveram e que nunca entrou em produção.

“Eu adoraria falar sobre isso”, disse McKay à revista Esquire, abrindo em detalhes pela primeira vez sobre o filme “Star Trek” que nunca chegou a ser feito. “Trabalhamos em alguns filmes de ‘Star Trek’. O que você está perguntando seria o quarto da franquia, reunindo Chris Hemsworth e Chris Pine. O conceito era que, através de uma peculiaridade cósmica no mundo de ‘Star Trek’, eles teriam a mesma idade. Seria uma grande aventura espacial de pai e filho – pense em ‘Indiana Jones e a Última Cruzada’ no espaço. Ficamos realmente emocionados com isso.”

McKay disse que eles escreveram um “vilão original” para o filme e que o roteiro tinha “uma ideia de ficção científica muito legal inspirada em ‘2001: Uma Odisseia no Espaço'”.

“Trabalhamos nisso por dois anos e meio com Lindsey Weber, nossa produtora executiva de ‘O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder’, e um diretor incrível, S.J. Clarkson”, acrescentou McKay. “O filme acabou caindo por terra e realmente foi uma tristeza para nós… adoraríamos fazer esse filme. Eu queria dar um pequeno spoiler do filme, uma parte emocionante, que é como eles se encontram. Podemos fazer isso, JD?”.

Payne assumiu a conversa e disse: “Há um episódio de ‘Star Trek: The Next Generation’ chamado ‘Relics’ onde eles encontram Scotty, que está preso em um transportador há algumas décadas, e eles podem ter uma aventura legal com ele. Nossa presunção era: ‘E se, pouco antes do Kelvin colidir com aquele enorme navio de mineração, George Kirk tivesse tentado se transportar para o ônibus de sua esposa, onde seu filho, Jim Kirk, acabara de nascer? E se a nave não tivesse explodido completamente – e se tivesse deixado algum lixo espacial?’”.

“Pense em quando você vai enviar uma mensagem, começa a digitar mas não a envia”, continuou Payne. “Do outro lado, eles veem aqueles três pontinhos que alguém está digitando. É como se o transportador tivesse absorvido seu padrão no buffer de padrões, mas não o cuspiu do outro lado. Na verdade, era uma cópia salva dele que estava no computador”.

McKay concluiu: “Então a aventura é que Chris Pine e a tripulação da Enterprise precisam procurar os destroços do navio em que seu pai morreu por causa de um mistério e de um novo vilão. No navio, eles tropeçam no corpo de seu pai. Eles o transportam e ele não tem ideia de que o tempo não passou e que está olhando para o filho. Então a aventura começa a partir daí”.

A Paramount descartou o projeto, e o destino de um quarto filme de “Star Trek” continua sendo um ponto de interrogação. O estúdio cortejou nomes como Quentin Tarantino e Noah Hawley para desenvolver roteiros para o filme, mas nenhum dos roteiros passou do desenvolvimento.



O Disney+ liberou na última quinta-feira (6), o trailer oficial da série original da National Geographic “Sem Limites com Chris Hemsworth” (tradução oficial do título original, “Limitless with Chris Hemsworth”). Na série documental de seis partes, a estrela de cinema global Chris Hemsworth (conhecido por seus papéis em “Resgate”, “Thor”, “Os Vingadores”) leva os espectadores a uma jornada pessoal de altos e baixos enquanto explora como combater o envelhecimento e descobrir todo o potencial do corpo humano. Com base nas pesquisas científicas mais recentes, “Sem Limites” quebra a sabedoria convencional sobre maximizar a vida. Todos os episódios da série estreiam em 16 de novembro, exclusivamente no Disney+.

Produzida pelo cineastra indicado ao Oscar Darren Aronofsky (diretor de “A Baleia” e “Cisne Negro”) com a Protozoa, Jane Root com a Nutopia e Chris Hemsworth e Ben Grayson com a recém formada Wild State, “Sem Limites” coloca a ciência de ponta da longevidade humana no centro das atenções. Parte aventura científica global e parte jornada pessoal, cada episódio da série segue Chris enfrantando uma série de proezas físicas e mentais projetadas por especialistas, cientistas e médicos de nível mundial para desbloquear diferentes aspectos do processo de envelhecimento. Cada desafio meticulosamente elaborado está enraizado na ciência que muda o jogo, com base em novas pesquisas e tradições de longa data. A missão de Chris é entender melhor os limites do corpo humano e descobrir maneiras de estender a saúde e a felicidade até a velhice.

Mantendo-se no auge da condição física e conhecido por interpretar um super-herói imortal, Chris sempre cuidou de sua saúde e condicionamento físico. Mas agora, com 30 e poucos anos, ele quer descobrir como aproveitar o potencial de sua mente e corpo para permanecer mais afiado, forte e saudável por mais tempo – não apenas para ele e seus filhos, mas também para seus netos. Cada desafio leva Chris mais longe do que ele jamais foi antes. Através da série, os espectadores aprenderão técnicas que podem usar para melhorar sua saúde e melhorar suas próprias vidas.

Após anos em construção e com seus amigos e familiares ao seu lado, incluindo a esposa Elsa Pataky e os irmãos Luke Hemsworth e Liam Hemsworth, Chris entrou para “Sem Limites” determinado a explorar sua saúde emocional e cognitiva, além de desafiar seus limites físicos. De mente aberta e honesto, ele trabalhou incansavelmente para melhorar sua resiliência mental e enfrentar algumas das realidades mais difíceis que a vida reserva para todos nós. É uma experiência profunda, autêntica e humilde para Chris. Além de seus desafios ousados e emocionais, “Sem Limites” também compartilha histórias fascinantes de pessoas ao redor do mundo que teceram as lições da longevidade em suas próprias vidas, com benefícios surpreendentes que todos podemos colher.

Chris não queria apenas falar sobre as teorias científicas que poderiam estender e melhorar sua vida, ele queria testá-los de verdade – e queria ser grande! Cada desafio épico é espetacular e único. Entre os desafios está incluso nadar 24 quilômetros em um fiorde ártico de 2ºC, escalar uma corda pendurada a 30 metros de altura em um desfiladeiro e caminhar ao longo de um guindaste no topo de um arranha-céu de 80 andares e mais de 700 metros de altura.

Cada desafio requer um autêntico programa de treinamento e imersão de Chris ao lado de especialistas de classe mundial. Algumas, como a escalada de corda em um desfiladeiro, precisaram de meses de preparação. Outros, como o jejum de quatro dias apenas na água, foram (felizmente!) muito mais curtos, mas foi tão difícil que ele quase desistiu de tudo. Os especialistas e cientistas que guiaram Chris através de seis aspectos fundamentais de uma vida melhor por mais tempo incluem:

Ross Edgley, um atleta radical e autor de livros sobre esporte científico, prepara o corpo de Chris para nadar em águas quase congelantes;

Dr. Peter Attia, médico de longevidade da Attia Medical, ensina a Chris a ciência do envelhecimento e como combatê-lo através de diferentes técnicas;

O professor Modupe Akinola, professor de administração da Columbia Business School, dá a Chris as ferramentas para lidar de frente com seu stress;

A Dra. Sharon Sha, médica e professora associada clínica e vice-presidente associada de neurologia de pesquisa clínica e ciências neurológicas do Stanford Center for Memory Disorders, ajuda Chris a combater o processo de envelhecimento de sua mente;

Dr. BJ Miller, presidente e conselheiro da Mettle Health, orienta Chris em uma jornada pela velhice e mortalidade;

Alua Arthur, doula da morte e fundadora do Going with Grace, faz com que Chris se abra sobre sua própria morte; e

Tanya Streeter, uma mergulhadora profissional, treina Chris em sua capacidade de prender a respiração debaixo d’água.

Os seis episódios que estarão disponíveis em 16 de novembro incluem:

À prova de estresse: desde a adolescência, o estresse faz parte da vida de Chris e ele quer aprender a lidar melhor com isso. O psicólogo Modupe Akinola o desafia a manter a calma durante uma caminhada aterrorizante ao longo de um guindaste que se projeta do telhado de um arranha-céu. Modupe treinará Chris em poderosas técnicas físicas e psicológicas que podemos usar para controlar o estresse em nossas vidas e combater o risco que ele representa para a saúde a longo prazo.

Choque: para maximizar a longevidade, você pode pensar que é melhor jogar pelo seguro e ficar confortável. Mas alguns cientistas acreditam que devemos fazer o oposto, pois a exposição a temperaturas extremas pode desencadear as defesas do próprio corpo contra as doenças mortais da velhice. Chris dirige-se ao gelado Ártico com seus irmãos Liam e Luke para fazer a derradeira terapia do frio.

Jejum: Chris recorre ao médico de longevidade Peter Attia para descobrir como mudar seus hábitos alimentares pode ajudar sua busca pela longevidade. Ironicamente, a resposta é não comer nada por quatro longos dias. Se ele aguentar a fome, o jejum desbloqueará os poderes antienvelhecimento de seu próprio corpo e dará a Chris a vantagem de que ele precisa quando tentar caçar sua próxima refeição: pescando com lança submarina na Grande Barreira de Corais.

Força: Enquanto Chris malhava para “Thor: Love and Thunder”, ele precisa construir um corpo que pareça certo para um deus imortal. Mas ele também quer o tipo de músculos que são cientificamente comprovados para ajudá-lo a permanecer forte e saudável à medida que envelhece na vida real. Juntando-se ao guru de esportes radicais Ross Edgley, ele treina para um desafio cansativo da escalada de 30 metros, o transformando de um ornamento em um instrumento.

Memória: Chris sempre trabalhou para manter seu corpo saudável, agora é hora de começar a cuidar de seu cérebro. A neurologista Dra. Sharon Sha o desafia a ir para o deserto sem GPS ou mapa. Juntando-se a seu amigo, o artista das Primeiras Nações Otis Hope Carey, Chris precisará sintonizar a natureza para navegar pela remota terra natal de Otis. A caminhada desperta as memórias mais preciosas de Chris.

Aceitação: Até agora, Chris fez todo o possível para retardar o processo de envelhecimento. Agora ele está enfrentando seu desafio mais extremo e emocional: três dias em uma vila de aposentados vestindo um terno envelhecido que transforma a atividade mais simples em uma tarefa hercúlea. Ele está testando a teoria de que a melhor maneira de combater o envelhecimento e o medo da mortalidade pode não ser combatê-lo, mas aceitá-lo.



Chris Hemsworth e o produtor Ben Grayson assinaram um acordo com a National Geographic por meio de sua recém-formada produtora, Wild State.

Como parte do acordo, a Wild State desenvolverá conteúdo roteirizado e não roteirizado para cinema, televisão e plataformas digitais. Os projetos sem roteiro serão nas áreas de aventura, exploração, viagem e ciência para o canal de televisão da National Geographic e os conteúdos originais do Disney+ produzidos pela National Geographic.

“Como fãs de longa data da National Geographic, estamos entusiasmados por poder continuar e aprofundar nossa parceria com eles junto com toda a plataforma Disney+”, disseram Hemsworth e Grayson em comunicado conjunto. “Wild State se dedica a gerar narrativas imersivas que entretêm e iluminam questões importantes ao redor do mundo. Somos gratos pela oportunidade de contar histórias importantes e altamente impactantes no espaço improvisado, apoiadas pelo apoio da principal marca global de conservação e meio ambiente na Nat Geo”.

O acordo vem antes da estreia de Limitless com Chris Hemsworth, a próxima série original da Disney+ e NatGeo que deve estrear ainda este ano. A série mergulha na ciência da longevidade e em todo o potencial do corpo humano. Essa ciência é testada por Hemsworth na série de seis episódios criada por Darren Aronofsky e vinda de sua produtora Protozoa, Nutopia e Wild State de Jane Root.

“Chris e Ben têm sido parceiros excepcionais para trabalhar, dedicados a criar e produzir a programação sem script mais emocionante”, disse Tom McDonald, vice-presidente executivo de Programação Factual e Sem Script para Conteúdo da National Geographic, em comunicado. “Estamos entusiasmados por entrar nesta parceria de longo prazo com a Wild State e mal podemos esperar para construir a próxima geração de conteúdo factual de grande sucesso com eles”.

Hemsworth atualmente está gravando “Furiosa” do diretor George Miller, além de produzir e estrelar “Resgate 2” para a Netflix e que tem estreia prevista para o ano que vem.



Nem só de Hollywood vive o homem! Segundo boatos do Telegu Bulletin, Chris Hemsworth pode estar embarcando em um filme de Tollywood, indústria cinematográfica de Hyderabad, na Índia. Segundo o portal, o diretor indiano SS Rajamouli estaria em contato com o astro para um possível papel em seu próximo filme, “#SSMB29”, após assinar um contrato com a agência do ator CAA para trazer A-lists hollywoodianas para o seu longa.

Ainda segundo o rumor, o diretor teria abordado Hemsworth para um papel importante em “#SSMB29”. Caso o rumor se confirme, esta seria a maior produção já feita em Tollywood.

Segundo o diretor, “#SSMB29” será um filme de ação e aventura envolvendo viagens ao redor do globo. No entanto, pouco se sabe sobre o longa, já que o mesmo ainda está sendo escrito e tem previsão de ser gravado no ano que vem. Entre os atores confirmados está o ator indiano Mahesh Babu, famoso no país.

A última vez que Chris Hemsworth esteve na Índia, foi para as filmagens do filme “Resgate” da Netflix, em que contracenou com os atores indianos Randeep Hooda e Rudhraksh Jaiswal.



TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • Layout por CHBR & codificado por Lannie D