Sejam bem-vindos ao Chris Hemsworth Brasil! Somos um site criado por fãs, sem fins lucrativos, com o objetivo de informar. Não temos contato com Chris Hemsworth ou seus agentes e é proibida a cópia total ou parcial deste site. Todo o conteúdo é creditado aos seus devidos criadores.

Recentemente Elsa Pataky, esposa de Chris, contou ao Sydney Morning Herald que paciência, entendimento e comunicação são o segredo para um casamento bem sucedido.

“Você tem que colocar muito esforço num casamento. Eu não acho que nenhum casal é perfeito.” ela diz. “Requer paciência, entendimento, muita conversa, conhecer a outra pessoa, conhecer você mesmo e o que você faz de errado. É sobre não deixar o orgulho um do outro ficar no caminho.”

Elsa também disse que é importante passar tempo a sós, sem os filhos. “Nós fazemos um esforço para fazermos coisas juntos sem as crianças. Arrumamos tempo para nós como um casal.”

Ao ser perguntada sobre o que ela faz quando Chris pega nos nervos dela, ela disse que, “Tem algumas coisas que não gostamos sobre o outro e perseguimos uns aos outros com essas coisas, mas por trás de tudo isso há muito amor. Se importar com alguém o mesmo tanto que ele se importa com você é o que faz você passar por esses momentos. Eu fico emburrada e tenho um temperamento hispânico e Chris sempre diz, “Quem é essa garota?” quando eu fico assim. Ele é tipo, “Meu Deus, Elsa.” Tem coisas que não gostamos um no outro, mas não focamos nisso. Não somos perfeitos.

Elsa ainda falou sobre como criar 3 crianças afetou o balanço entre sua vida pessoal e profissional, “É difícil. Então chega um ponto que você também quer trabalhar, não só ficar em casa com as crianças. Fazer os dois na mesma velocidade não é sempre possível. Encontrar equilíbrio é um processo que todos passamos. Eu tive a sorte de ter ficado em casa e ter estado lá pra eles a todo segundo nos primeiros anos de vida. Eu escrevi um livro, fiquei em forma, e descobri outras formas de trabalhar. Também era hora do Chris brilhar e eu estava bem com isso. Eu sabia que minha hora viria de novo. Fazer o que você ama é importante para sua sanidade como mãe. Devíamos ser tão orgulhosas de sermos mães – É o trabalho mais difícil do mundo.

De acordo com a atriz, quando se trata dela estar voltando aos cinemas, Chris da todo apoio a ela, “Chris sempre me incentivou a continuar trabalhando porque ele sabe que isso me faz feliz. Ele está sempre do meu lado. Ele me diz pra não fazer as coisas pela metade e pra me dedicar como um todo. Ele não quer que eu tenha arrependimentos. Ele é muito solidário.



A GQ Australia liberou uma nova entrevista com Chris Hemsworth. Confira a matéria completa!

Carreiras em Hollywood às vezes podem parecer fáceis. Um simples caso de aterrissar em sua grande chance, e então esperar que a fama e a fortuna cheguem, enquanto você planeja seu próximo papel de grande sucesso. No entanto, não são as oportunidades que definiram a carreira formidável de Chris Hemsworth, mas os desafios – e seu desejo de continuar vendo-os acontecerem.

“É tudo uma questão de buscar novos desafios, sabe?”, diz ele em seu barítono caloroso e instantaneamente reconhecível ao telefone de sua casa em Byron Bay, onde mora desde que se mudou de Los Angeles em 2014.

“Já trabalho há 15 anos e houve um período em que tudo era novo e empolgante, e o mais difícil era dizer ‘não’ porque você queria continuar trabalhando”, diz o ator.

“Agora você quer aprofundar a abordagem e pensar ‘isso parece familiar? é um território único para mim? já interpretei esse personagem antes? quem é o diretor? quem é o elenco? é uma colaboração que sinto que vou aprender com ela?’. Sempre que parece muito familiar ou muito confortável, acho que meu interesse não foi despertado”.

É esse critério que se tornou a fórmula para o sucesso do ator, acrescentando que quando ele “não tivesse medo ou ansiedade como um motivador para cavar um pouco mais fundo no roteiro”, ele se sentiria muito confortável. “Gosto de procurar projetos que me assustem muito, coisas que obriguem você a se expandir e evoluir, trabalhar mais, aprender mais”.

Isso deu lugar ao sucesso meteórico de Hemsworth e permitiu-lhe o prazer de trabalhar em uma série de filmes que definiram sua carreira. Citando Thor, Extraction, Bad Times at the El Royale, Rush e Escape from Spiderhead – “desculpe, estou listando todos os meus filmes quando você pediu apenas um”, ele interrompe com uma risada – como alguns de seus favoritos, rapidamente se torna aparente que são os desafios oferecidos por cada uma dessas funções que consolidaram seu lugar em seu carretel de destaques.

Sem surpresa, é também o nível de expectativa que permeia o set de Thor: Love and Thunder, baseado em Sydney, a quarta parcela da série de sucesso da Marvel reimaginada pelo diretor Taika Waititi, que está atualmente energizando Hemsworth. Além, é claro, de co-estrelar as habilidades de improvisação de Chris Pratt. “O cara é incrivelmente impressionante com a espontaneidade, o humor e as coisas que ele inventa. É engraçado, inspirador e intimidador. ”

Sobre voltar para seu papel recorrente como o Deus Nórdico do Trovão portador do martelo, Hemsworth diz que, também, apresenta seus desafios. “Tem a mesma – se não mais – pressão agora para fazer de novo,” ele diz. “Então tem um pouco de uma energia nervosa e animadora que está motivando todos nós a chegar um pouco mais longe e ter certeza de que estamos cobrindo todas as bases e abordando a cena de todos os ângulos.”

E não é só profissionalmente que Hemsworth se desafia, mas pessoalmente. Quando perguntado sobre sua natureza humilde e comportamento pé no chão, a estrela mundialmente famosa credita a influência de seu pequeno grupo de amigos e família. “Nós somos majoritariamente produto do nosso ambiente, então é sobre a companhia que você mantém e eu tive ótimos pais e modelos enquanto crescia.”

“Estou sempre motivado a ser melhor – seja como pessoa, ou pai, marido, amigo, colega de trabalho. Eu acho que todos temos esse dever e obrigação de nunca ficarmos muito confortáveis e só perguntar, ‘o que mais eu posso dar e fazer? Quais efeitos positivos podemos ter nisso?’ Eu acho que isso vem dos meus pais e educação, mas por qualquer razão isso sempre esteve no meu centro e eu acho que isso sempre me mantém em cheque.”

Como alguém que é sempre celebrado por suas sensibilidades exclusivamente australianas, Hemsworth é o primeiro a reconhecer a influência positiva que realocar em casa com sua família há sete anos teve em sua perspectiva. “Ir e vir de Hollywood foi uma maneira muito saudável de fazer isso,” ele diz. “Eu pude dar um passo um pouco atrás e não estar sempre focado na parte pequena disso tudo – Eu tinha uma visão macro das coisas. Vivendo aqui, eu podia ver de longe e reavaliar coisas e ver o que era importante.”

Mais recentemente, no acordar na pandemia global, um senso de gratidão e culpa coloriu sua habilidade de chamar a Austrália de casa. “Eu sei que minha ou nossa experiência como australianos é muito diferente da maioria das pessoas pelo mundo… Mas eu acho que o golpe inicial e o primeiro freio de tudo foi tão inquietante pra mim como foi pra todo mundo,” divide o ator, que confessa que ele também descobriu que as circunstâncias também serviram como um alerta muito necessário.

“Foi tipo, ‘ uau, olha todas as coisas que tomamos como garantido’,” ele diz. “Coisas simples como andar pela rua, e ir a um restaurante, e não usar uma máscara, e como nós interagimos e nos juntamos coletivamente – tudo de repente, nós não podíamos fazer. Eu sei, de novo, sem escalar isso a experiência de todos os países, mas em qualquer nível, é um tanto desafiador, emocional e psicologicamente.”

Era contato humano que Hemsworth descobriu ser uma graça salvadora entre a agonia e incerteza que foi 2020. “Eu acho que – para amigos meus que estavam sob isolamentos e lockdowns pesados – se tornou muito pouco saudável, e o que os fez passar por isso foi ainda manter aquelas amizades e ainda se comunicarem com as pessoas.”

“Nós enganamos a nós mesmos em pensar que podemos fazer tudo sozinhos e sou só eu contra o mundo, e por aí vai. Então você percebe que não, não somos nada sem uns aos outros, e não somos nada sem conexão e colaboração, e unidade e comunidade. Eu espero que isso tenha mostrado isso pra todo mundo. E então talvez conforme as coisas fiquem mais fáceis, quanto mais normais as coisas voltem a ser, nós mantenhamos isso em mente – nós somos gratos por essas coisas, não tenha elas por garantido.”

“É uma doença,” Hemsworth continua, agora em seguida. “Nós todos parecemos ter a ideia de que tudo vai durar pra sempre e que tudo fica exatamente da forma que nós queremos que fique, e nós ficamos muito desapontados e surpresos quando as coisas mudam. É tipo, a única coisa que você meio que garante é que as coisas vão mudar.”

É por essa razão que o ator não está desanimado que agora ele tem que dividir sua casa com Hollywood – o mesmo lugar que ele lutou tanto para se distanciar – já que pessoas como Liam Neeson, Melissa McCarthy, Idris Elba, Matt Damon e Zac Efron se mudaram para a Austrália para filmarem vários projetos. Ao invés disso, Hemsworth está esperançoso.

“Eu me lembro quando eu sai pela primeira vez para ir para Los Angeles 10 anos atrás, a cena de cinema australiana estava realmente sofrendo e o elenco e a equipe com que eu tinha trabalhado aqui estavam fazendo a mesma coisa, indo para o exterior para procurar trabalho em outro lugar,” ele relembra. “Toda vez que fui sortudo o suficiente para trabalhar em um filme aqui na Austrália, uma das principais coisas que as pessoas falam é sobre o quão agradecidos e felizes nós estamos pelo trabalho estar aqui nas nossas praias e em casa, nós não estamos tendo que deixar nossas famílias para fazer o que amamos. Então eu não poderia estar mais feliz de que eu não tenho que estar em um avião toda semana.”

“Também, conversando com outros australianos e ouvindo o quão agradecidos estão por ter mais empregos agora na indústria, eu acho que é uma coisa boa,” ele completa. “Tem sempre uma parte de você que quer manter isso em segredo – não gostaríamos de fazer isso? Mas eu não acho que é um segredo que mantivemos ou podemos manter de qualquer forma. O fato é, pessoas de todo o mundo amam a Austrália pela mesma razão que nós. Eu acho que é uma época animadora poder ver a indústria [do cinema] florescendo desse jeito.”

Hemsworth também é grato por ele ter tido a oportunidade de hospedar seu amigos de longa data Matt Damon e Idris Elba em Byron Bay, onde ele mora com a esposa Elsa Pataky, sua filha de 8 anos anos, India, e seus gêmeos de 6 anos anos, Tristan e Sasha. “É ótimo,” ele diz, sua voz brilhante de contentamento. “Eles estão aqui na Austrália – Matt estava aqui obviamente trabalhando em Thor, Idris está filmando um filme aqui.”

“Eu conheço esses caras há anos,” ele compartilha. “As vezes, vocês só se veem no set ou em uma premiação e não tem como sair normalmente. Então é ótimo, e esse é o caso com muitos do elenco nesse momento que estiveram em Thor – fazer isso no meu quintal e poder mostrar a eles o lugar é um grande luxo.”

Sem mostrar nenhum sinal de diminuir o ritmo, Hemsworth – que foi recentemente anunciado como embaixador global da Hugo Boss, depois de encabeçar a linha de fragrância da marca desde 2017 – está se preparando para aparecer ao lado de Anya Taylor-Joy e Yahya Abdul-Mateen II em Furiosa, uma prequência (prequel) do filme de 2015 Mad Max: Estrada da Fúria.

“Eu cresci com esses filmes e habitar esse espaço e esse universo de qualquer jeito ou forma, desde jovem, era um sonho,” ele diz. Esse novo projeto é ainda outro que o ator coloca na sua lista de busca por desafios.

“Eu encontrei com [o diretor] George Miller várias vezes há mais ou menos um ano atrás e li o script e fiquei muito animado. Realmente reacendeu a paixão,” ele explica. “Não estou dizendo que me cansei de trabalhar, mas eu estava me sentindo confortável com tudo, e então de repente conhecer um dos meus heróis, uma lenda australiana icônica dos filmes, e ter a chance de trabalhar com ele foi muito ‘puta merda, isso é assustador e estimulante e divertido’.”

Hemsworth também está muito ansioso para Limitless fazer sua estreia. Explorando “como podemos viver mais, melhor, mais felizes, mais saudáveis, mais fortes”, essa série é uma que o ator está orgulhoso de ter trabalhado com o National Geographic.

“Aquilo foi um verdadeiro abridor de olhos para mim,” ele diz. “Você tem alguns bons anos que fica longe das coisas – Você festeja, treina, trabalha, você vai indo – então de repente, tudo te pega. Esse show é esperadamente um verdadeiro guia para todos nós tirarmos o melhor da vida e experienciar isso com 100% ou a melhor oportunidade de saúde e bem estar que nós pudermos.”

E não tem dúvidas de que Hemsworth está a caminho disso. Bem ciente de que desafio planta oportunidade, o ator está buscando obstáculos, voando sobre eles, e se preparando para continuar tendo sucesso. Depois de tudo que os últimos 12 meses jogaram em nós, é um exemplo com que podemos aprender – mesmo se não formos todos estrelas de cinema.



Bobby Holland Hanton há anos trabalha como dublê de Chris Hemsworth e principalmente em Thor, fazendo as manobras do personagem desde “Thor: O Mundo Sombrio” (2013). Nesta segunda, porém, o dublê admitiu que tem ficado difícil acompanhar o ritmo – lê-se tamanho – do ator.

Leia também: Entrevista exclusiva com Bobby Holand Hanton

Ao conversar com o Nova’s Fitzy and Wippa, Bobby disse, “Todo mundo ta tipo, ‘nossa, olha o tamanho dele’ – Mas eu mando mensagem pra ele tipo, ‘muito obrigado cara, você acabou de tornar isso mais difícil!'”

Bobby confessa que o simples ato de comer para ele tem virado uma “tarefa”, porque ele tem que ganhar muitas calorias para aumentar e construir seu físico.

Ele disse que os dois precisam comer “sete refeições por dia no momento certo” para ganhar músculos e manter o tamanho necessário para Thor (e posteriormente Hulk Hogan).

“A cada duas horas nós estamos comendo. Se tornou um dever. É intenso, eu acabo não apreciando comer.”

“Ele está a maior versão do Thor que já foi, então eu também preciso estar maior do que jamais estive – o que é desafiador, mas tô dentro. Olha pra ele, ele é um homem montanha!”

O dublê ainda brinca dizendo que nunca consegue um seguro de vida devido a sua profissão arriscada, e toda vez que ele tenta, desligam na cara dele.

“Toda vez que digo que sou dublê, é só o telefone na cara,” ele ri.

“Eu tenho seguro em partes mas não é fácil conseguir. Eles também simplesmente não acreditam que você é dublê – Você tem que passar por toda essa conversa pra provar que você é!”

Desde 2012/13, Bobby e Chris têm estado juntos em muitos filmes, incluindo Os Vingadores, No Coração do Mar, O Caçador e a Rainha do Gelo e Resgate.

A relação profissional deles também se tornou um “bromance” de verdade, com Bobby passando tempo na casa de Chris, em Byron Bay, enquanto estavam filmando Thor: Ragnarok.

Ele recentemente descreveu Chris como “uma das pessoas mais legais que eu já conheci” e disse que Chris é da família.

Além da relação profissional nas grandes produções cinematoráficas, Bobby hoje também é uma dos técnicos do aplicativo fundado por Chris Hemsworth, o Centr.

Fonte



A GQ Middle East conversou com Chris Hemsworth após o lançamento da nova campanha da Boss Bottled em que Chris aparece mais uma vez como o rosto da fragrância e embaixador da marca. Confira a entrevista traduzida:

O mundo sendo pausado e, apesar disso, Hemsworth está trabalhando em uma sequência de Extraction, assim como na sequência do brilhante Thor: Ragnarok com o diretor Taika Waititi. Por agora, nós discutimos os treinos na quarentena, seus pensamentos sobre a sequência de Ragnarok e quem realmente é o vingadores mais forte.

Como o lockdown afetou sua perspectiva da vida?

Certamente colocou as coisas em perspectiva, sabe? As coisas que você tem como garantidas, a liberdade de viajar sem grandes riscos ou o pensamento sobre restrições, distanciamento social e a higienização de todas as coisas com que preocupamos agora.

Mas também você sabe que foi meio que uma bênção, eu acho, apenas para que pudesse estar somente em um lugar por um grande período. Isso sou eu tentando ver pelo lado positivo, tentando achar positividade, foi uma grande oportunidade de passar tempo com minha família e amigos. Os últimos dez anos eu passei mais tempo nos aviões e aeroportos do que em qualquer outro lugar, estar em casa por esse tempo tem sido ótimo. Eu tenho três crianças pequenas e é uma idade muito divertida e fascinante e ser 100% parte disso realmente tem sido maravilhoso.

Tem lugares piores para ficar preso que Byron Bay com a família também…

Com certeza, nós somos muito sortudos e afortunados por estar aqui. Eu tenho amigos ao redor do mundo que estão em situações muito desafiadoras, até amigos em Victória agora.

Eles estão em um estágio maior do lockdown que Nova Gales do Sul está e muito muito restrito. Dedos cruzados que possamos ficar por cima disso. Meu coração vai para qualquer um que está preso em um apartamento por aí debaixo de restrições pesadas.

Muitas pessoas tem estado sãs durante o lockdown por estarem treinando em casa. Como você tem se mantido em forma, e tem algum exercício que você já enjoou?

Eu amo nadar, sabe? Voltas livres na piscina que me caem muito bem. Treinos cardiovasculares de baixo impacto e claro algum de força no meio. Ou bear crawls, eu acho as sessões de bear crawl são bem funcionais e de baixo impacto também.

Para banir, eu diria profundos e pesado agachamentos, especialmente como um cara alto, eu realmente tiro muito deles, é um movimento composto que pega o corpo todo mas também é muito desgastante.

Nós te vimos nas telas por último em Resgate. Quais os desafios de filmar algo como aquilo em comparação com algo como Vingadores, que é mais tela verde?

Significa muito mais ensaios e muito mais pressão em cada take, sabe? Digo, sim nós temos sequências de cenas geradas por CGI em Vingadores. Nós fazemos muitas cenas de ação mas elas são diferentes porque estão se apoiando na edição e movimentos de câmera e cortes de um ângulo para outro faz isso parecer mais impactante. Enquanto esse [Resgate] foi tudo em câmera, tudo num take contínuo, ou ângulo muito abertos em que você não conseguia trapacear muito nos posicionamentos.

Se você errar o take em outra coisa, você pode conseguir usar parte daquilo e cortar para outro ângulo enquanto nesse, se nós conseguimos 90% do caminho de uma sequência em particular e erramos algo você precisa começar de novo. Isso foi muito desafiador, mas uma das coisas mais gratificantes de que já fiz parte.

E ouvimos dizer que tem uma sequência sendo trabalhada

Eles já anunciaram, sim. Joe Russo está escrevendo de novo, e nós estamos meio que aprofundando nisso agora. É engraçado, enquanto filmávamos, o primeiro, não tinha nenhuma indicação de que ele [Tyler Rake, personagem de Hemsworth] estaria vivo ou não no fim. E então, eu acho que o estúdio ficou tão satisfeito com o que viram que pensaram, vamos colocar uma cena que pode dar um fio de esperança.

Falando de sequências, o que você pode nos dizer sobre Thor: Amor e Trovão? Ragnarok, com a trilha sonora de Led Zeppelin, é um grande ato pra seguir.

É, eu estaria nervoso se nós não tivéssemos Taika Waititi no comando novamente. Todos os filmes dele, ele é muito consciente da música e a escolha da música vai com os visuais. E veja, o primeiro trailer que saiu foi um dos trailers mais vistos que a Disney já teve. Eu tenho certeza que ele achará outra forma de ultrapassar aquilo ou elevar os níveis novamente.

Eu li e esse é um dos meus scripts favoritos. Eu gostei mais desse do que da primeira vez que li Ragnarok então acho que estamos em um bom lugar. E isso foi o primeiríssimo rascunho.

O que significa ser o rosto de um fragrância icônica como a Boss Bottled?

Ah, é uma honra. É uma fragrância icônica que cresci junto, é conhecida ao redor do mundo todo, e ser o rosto disso por alguns anos agora, sabe, eu sou muito grato por isso. As campanhas deles sempre são inspiradoras e, você sabe, essa honestidade, integridade, busca pelos seus sonhos, estar ciente do seu lugar no mundo, e ter um efeito positivo nele.

Em termos de fragrância é um clássico. Eu penso em como você descreveria seu próprio senso de estilo. Você diria que é clássico também?

Na verdade, eu passo a maior parte do tempo num par de bermudas de surf, surfando, mas também amo usar um bom terno também e me vestir bem quando eu viajo por aí para tours de imprensa. Eu gosto muito disso também. Eu diria que eu tenho um bom balanço entre super casual e mais formal.

E finalmente, quem é o vingador mais forte?

Ha, é o Thor. Todos eles discordam mas eles não estão nessa ligação.



Embora o isolamento social pela COVID 19 tenha acabo há mais tempo na cidade de Chris, em Byron Bay, Austrália, ele também precisou passar por esse período no início da pandemia. Em Junho, Chris Hemsworth conversou exclusivamente com a GQ UK sobre o tempo que passou em casa. Confira a tradução completa:

Estou em Nova Gales do Sul no momento. Estou em casa com a família. Muito do meu tempo normalmente é gasto indo de país em país em várias filmagens e eu passo muito tempo no avião e aeroporto, então eu tenho realmente aproveitado a oportunidade de ficar em um lugar por tempo com minha família e amigos.


Pra cego ver: Chris está tirando uma selfie em casa, sentado em um sofá branco. Ele usa uma camiseta branca e calça beje.

Eu tenho três filhos pequenos, então eles tendem a ditar minha rotina. Agora que eles estão de volta à escola, meu dia começa como a usual, caótica, ocupada manhã de deixa-los todos vestidos e prontos e alimentados para a escola na hora. Então eu tento surfar se conseguir, ou treinar. E então eu trabalharei um pouco e lerei alguns roteiros antes de pegar as crianças na escola.

Eu tenho usado qualquer coisa confortável. Estou optando por conroto total esses dias – normalmente shorts e uma camiseta. Não coloco muita coisa no meu guarda-roupa.

Pra ser honesto, eu não tenho prestado muita atenção na minha aparência. Muitas pessoas que conheço deixaram o cabelo ou a barba crescer. Eu meio que tenho mantido minha rotina normal, que é bem simples. Eu uso um hidratante diário e já que vou muito pro oceano, eu uso protetor solar. Durante Covid-19, ninguém está prestando muita atenção pra forma como estou parecendo, então eu tenho mantido isso bem mínimo. Em termos de auto cuidado, Eu vou tomar um banho de gelo sempre que puder, especialmente se eu tiver treinando muito.

Meu regime fitness normalmente é ditado pelo que o filme em que estou trabalhando pede de mim. Seja pra ser magro e ágil e mais magérrimo ou bombado e mais pesado e forte. Isso depende de ter uma estética visual que precisa se aplicada no personagem. Minha preferência é sempre treino funcional. Eu gosto muito de treinos de HIIT, puxar peso, treino estilo cross fit, natação, surfe – qualquer tipo de movimento funcional que me permita aumentar meu batimento cardíaco e força mas que não atinja meu corpo com muito impacto.

Fitness e bem estar pode ajudar você a se sentir no seu melhor mental e fisicamente. Pra mim, movimento cria motivação, então eu acho que se estou me arrastando pelo dia ou não estou me sentindo 100%, só levantar e fazer alguma forma de atividade física cria um efeito bola de neve no meu humor e energia. Eu entro impulso nisso e tenho mais inspiração e energia para continuar meu dia enquanto estou ativo. Seja só uma leve corrida ou caminhada ou uma sessão mais longa de cardio ou uma sessão de levantamento de peso, tudo tem seu espaço. Diversidade é a chave e o mesmo vale pra minha dieta. Ter uma grande diversidade de vegetais, frutas, proteínas é importante para garantir que você está tendo cada grama de nutrição disponível.

Pra cego ver: Chris está treinando com cordas navais no quintal de casa. Ele usa uma blusa de manga comprida preta, short cinza e tênis preto.

Através do surto de Covid-19 e particularmente durante esse período de quarentena e isolamento, eu tentei abraçar a quietude e concetrar em estar no momento presente, porque nenhum de nós sabíamos o que ia acontecer no futuro (mais do que nunca) e isso definitivamente teve um impacto positivo em mim. Praticando mindfulness (atenção plena), dormindo corretamente, lendo mito, treinando meu corpo, tudo tem sido uma chave de foco durante esse tempo.

Eu descobri que apenas tentar se manter ocupado era a chave pra abater a ansiedade induzida pelo lockdown. Eu estava lendo mais, treinando mais que o usual, mas também concentrando no momento presente. Nós temos uma tendência como seres humanos de gastar nosso tempo imaginando eventos futuros ou duelando com experiências passadas, então durante o isolamento tem uma grande oportunidade de se render à realidade que não podemos controlar o que está por vir e que temos que levar cada dia como podemos com uma atitude positiva sobre o momento presente.

Eu sou embaixador global da Swisse, que acabou de ser lançada no Reino Unido. É fantástico trabalhar com uma companhia que tem saúde e bem-estar como centro do pensamento. É a coisa mais importante pra mim na minha vida. Eu gosto da missão da Swisse que dar a qualquer um a oportunidade de viver uma vida mais saudável e feliz.

Eu uso o Ultivite Men’s Multivitamin todo dia, junto com Muscle Recovery e suplemento para reforço da imunidade se estou me sentindo esgotado. Não importa quão perfeita você acha que sua dieta é, nós sempre temos uma tendência a cortar caminhos, e a oportunidade de comer da forma mais saudável possível é deixada de lado, então suplementos completam esses buracos que podemos ter perdido.

A vida pós-lockdown vai ser interessante. Eu acho que tem muita enegia reprimida que temos agora e talvez resulte num grande boom de criatividade ou uma necessidade real e paixão por novas experiências e viajar e interação com outras pessoas. Eu acredito que seremos mais cuidadosos e atentos a como nós colaboramos e conectamos no futuro próximo, dado ao risco de Covid-19, mas eu acho, tendo ficado isolado, que as pessoas terão um desejo real e necessidade de reconectar com o mundo e experimentar coisas novas.

No último dia 15 de Outubro, Chris Hemsworth também participou de uma sessão de pergunta e resposta com a atriz indiana Kriti Kharbanda, também embaixadora da Swisse, sobre bem estar mental e físico.



Durante o tempo em casa e longe do set de gravações, Chris Hemsworth aproveitou para conversar com a Elle Man sobre como tem passado a quarentena em nova entrevista, acompanhada de um photoshoot sensacional em parceria com a Hugo Boss.

Confira a segunda parte da entrevista traduzida:
Você pode ler a primeira parte aqui.

Me deixe voltar ao momento da razão do nosso encontro. Você tem sido embaixador da fragrância Boss Bottled por muitos anos e eu fico pensando, o que isso significa pra você? O que isso envolve, além de falar com a imprensa?

É uma grande honra ser embaixador, e assim ser parte de uma marca como a Boss. Afinal, é uma marca culta que as pessoas ao redor do mundo conhecem há vários anos. Eu sou muito grato que posso ser tão associado a isso. Especialmente porque as campanhas deles são sempre muito positivas. Eles apostam em boas vibrações, honestidade e não importa o quê, eles sempre são fiéis a eles mesmos e seus princípios, o que eu respeito muito. Além disso, eu concordo completamente com os valores que eles representam.

Pra cego ver: Chris Hemsworth está olhando pela janela enquanto veste um terno azul escuro e uma camisa social branca e espirra a fragrância Boss Bottled em si.

Exatamente, e enquanto fica em casa durante esse pandemia, você usa perfurme para se sentir especial por um momento, diferente?

Eu confesso que não. Eu estou 100% natural nesse aspecto. Além disso, como mencionei antes, eu me exercito, surfo o tempo todo, passo meu tempo estando ativo, fora de casa e usar perfume de alguma forma confronta isso. Em casa, eu só não me sinto nessa vibe. Mas assim que eu começar a sair de novo, acredite em mim que, sem a fragrância certa, eu não saio de casa. É meu ritual e parte de quem eu sou. Eu gosto de me apresentar bem em companhia.

Pra cego ver: Chris Hemsworth se apoia em uma bancada de pia feita de mármore escuro enquanto se olha no espelho. Ele vesta uma camiseta branca e tem um frasco do perfume Boss Bottled na bancada.

Já que estamos falando de sair de casa, em Agosto era pra você entrar no set de “Thor, Amor e Trovão”, a quarta parte das aventuras do deus nórdico. Infelizmente, nós já sabemos que você não começará a filmar até o começo do próximo ano. Mas talvez você possa nos contar alguma coisa sobre a produção pra limpar nossas lágrimas?

Depois de ler o script, eu posso dizer que estou muito animado. Com certeza nessa produção terá muito amor e muitos raios (risos). Estou feliz que depois de tudo que aconteceu em Vingadores: Ultimato, eu ainda sou parte do universo Marvel e que nós podemos continuar a história de Thor. Claro, eu não posso revelar nada sobre a história, mas para satisfazer sua curiosidade eu direi que eu me diverti mais lendo esse script do que o de “Thor: Ragnarok”, o que prova alguma coisa, porque esse filme foi brilhante.

No quadrinhos, esse evento é tipo passar o bastão para um novo herói. Terá uma versão feminina do Thor. Isso quer dizer que seu personagem vai se aposentar?

Ta doido?! Eu não estou me aposentando (risos). Thor é muito novo pra isso. Ele só tem 1500 anos! Definitivamente não é um filme onde eu digo adeus a essa marca. Pelo menos eu espero que não.

Pra cego ver: Chris Hemsworth está sentado no chão encostado em uma parede cinza com uma das pernas dobradas. Ele usa uma camiseta preta e uma calça de moletom cinza, com pulseiras de miçangas no braço direito.

Nós estamos vendo o topo absoluto da sua carreira. Você é um dos atores mais procurados, seu rosto é conhecido no mundo inteiro, o que você teve a oportunidade de descobrir recentemente, filmando em Bangladesh. Eu imagino o que te motiva a trabalhar no momento. Antes disso era ganhar estabilidade financeira pra você e sua família, e agora?

Liberdade de expressão artística, que basicamente vem com criar e atuar em filmes que me convém, e que eu gostaria de assistir. Eu não sou mais um refém do dinheiro que determinava qual projeto eu aceitava, porque eu tinha que pagar as contas, independente de ser uma coisa legal ou não. Da mesma forma, Thor, eu estou no auge da minha vida e o espectro da aposentadoria está bem longe de mim. Eu só tenho 37 anos e o mundo está aberto pra mim. Agora, mais que nunca, eu me sinto faminto pra aprender a criar alguma coisa, seja algo físico, um movimento, ou só ir a um lugar exótico para aprender algo novo. Finalmente, eu sinto que é possível, que eu posso bancar isso financeira e fisicamente. Vamos encarar isso, nem todo mundo é feito pra isso de sentar na sua caverna o tempo todo e não fazer nada. Nós nem queremos. Nós tentamos sair disso o quanto possível. Nós gostamos de ir com as pessoas, descobrir novos lugares, procurar novas experiências. Eu sou uma pessoa muito criativa que inventa as coisas a partir do encontro com pessoas. Esses encontros sempre criam algo interessante que provê entretenimento aos outros, e querendo ou não, todos nós gostamos de ser o centro das atenções e levar alegria aos outros. Claro, cada um faz isso da sua maneira. Eu estou nesse ponto da minha carreira onde eu descobri esse meu jeito e isso me da muita alegria.

Você não vem de uma família de atores, e ainda assim todos os seus irmãos se tornaram atores. Isso cria alguma rivalidade familiar?

Na verdade não. Nós descobrimos desde o início que essa profissão é muito efêmera. Em um momento você está no topo e no outro não está mais. Você tem que usar o aqui e o agora. Nós torcemos um pelo outro. Nós apoiamos. Nós treinamos juntos, surfamos, estamos lá pelo outro. Sou orgulhoso de nós todos termos sucedido bem e estarmos fazendo o que gostamos. Deus sabe quanto tempo vai durar.

Pra cego ver: Chris Hemsworth apoia a cabeça a cabeça na mão direita enquanto usa um blazer cinza escuro e uma camiseta preta por baixo. Chris também usa dois anéis prateados e pulseiras de miçangas no pulso direito.

E vocês assistem suas produções juntos?

Claro. Nós recentemente assistimos “Westworld”, no qual Luke trabalha, e ele fez um trabalho fenomenal. Ótima produção. É nossa tradiçãozinha assistir às nossas produções e então dizer ao outro o que gostamos e o que não gostamos. No geral, eu tenho visto que sou muito mais feliz com os projetos que meus irmãos tem recebido do que com os meus. Eu devo essa atitude aos nossos pais que colocaram em nós que o o apoio das pessoas queridas é a coisa mais importante. Uma vez que está lá, todo o resto funcionará.

De quem foi a ideia de Luke interpretar o ator interpretando o Thor em “Ragnarok” com Matt Damon?

Difícil dizer. Nós sentamos na minha casa com o diretor Taika Waititi, Luke e Matt, tomando uma cerveja uma noite, e eu não lembro se eu ou ele sugeriu que seria engraçado se eles aparecessem nesse projeto. Numa cena pequena e distorcida. E foi como aconteceu.

Você pode conferir as fotos em alta resolução em breve na nossa galeria.



Durante o tempo em casa e longe do set de gravações, Chris Hemsworth aproveitou para conversar com a Elle Man sobre como tem passado a quarentena em nova entrevista, acompanhada de um photoshoot sensacional em parceria com a Hugo Boss. Confira a primeira parte da entrevista traduzida:

Pra cego ver: Na imagem, Chris Hemsworth está encostado, de costas, em uma parede de tijolos de cor clara usando um suéter de lã na cor beje, com as mãos nos bolsos.

Você não passou tampo tempo em casa nos últimos 10 anos como tem passado na pandemia. Como você reagiu a um longo período forçado longe com sua família?

Foi um sentimento muito estranho no começo. De repente você não tem que se levantar ao amanhecer para pegar um voo, fazer um sessão de fotos, encontros ou eventos. Tenho que admitir que levou um tempo para que eu me acostumasse a um estilo de vida tão calmo, porque não tem sido natural pra mim. Eu fiquei feliz, mas eu sentia subconscientemente que algo estava errado. Meu subconsciente estava me dizendo que eu estava perdendo alguma coisa, algum oportunidade que eu não via, possibilidades, projetos. No topo disso, meu corpo estava pedindo suas doses de adrenalina, e de repente isso parou. Normalmente, nessa hora do dia, eu provavelmente pularia de um avião enquanto estivesse filmando uma cena, e não sentando no sofá de moletom com um café na mão. No caminho, aconteceu que eu precisava muito disso. Eu ganhei mais distância da vida. Eu finalmente tive tempo pra minha família e filhos. Pra brincar com eles, fazer coisas legais.

Conhecê-los melhor…

Isso também. Acontece que eles são muito gente boa. Graças à pandemia, eu tive a chance de ver se nós realmente gostamos uns dos outros. Você consegue ficar junto em casa por mais que alguns dias e não matar uns aos outros? E sabe de uma coisa? Ainda estamos vivos! Embora tenham tido momentos de crise (risos).

Então ta só de boa na lagoa.

Exatamente. O estresse de repente foi embora.

Estresse? E o que estressa um ator tão procurado?

Você não tem ideia da pressão que ta comigo todo dia. Eu coloco muito isso em mim mesmo, claro, então eu só posso culpar a mim. Mas tem algo sobre mim que eu sempre quero dar 110%. E em todo projeto que eu faço parte, eu sinto que não estou fazendo isso, então eu fico tentando ainda mais. Tudo isso teve um grande impacto na minha psique. Que eu notei só agora, quando esse estresse desapareceu, porque eu não gravei nada por vários meses. Eu tinha que… Bom, exceto talvez ser o melhor pai do mundo.

Pra cego ver: Chris Hemsworth está encostado lateralmente em uma parede de tijolos claros com um casaco de lã escuro, um anel prateado com uma pedra preta na mão direita (dele) e os braços cruzados na frente do peito, sorrindo sutilmente.

Mas esse relaxamento profissional também significou para você pegar mais leve no treino pesado que você faz em detrimento de parecer tão bem? Você poderia só deixar ir, encostar no sofá e viver como um mortal comum?

Eu nunca vou parar de praticar de novo. Assim que eu começo a ficar muito preguiçoso, meu corpo, estragado por várias lesões, começa a me mandar sinais que algo está errado. As costas começam a doer. Todos os meus músculos começam a ficar flácidos eu eu começo a andar que nem um zumbi das séries. Além disso, mentalmente eu já estou acostumado ao fato de que ser ativo me dá alegria de viver. Eu me acostumei com o fato que eu começo meu dia com corrida, natação, surfe ou crossfit. Eu não consigo imaginar minha vida sem isso mais. É um ritual que me acalma.

O movimento começou a te entreter?

Não tanto movimento quanto ver o que mais posso fazer com meu corpo. Do que ela é capaz? Mas não digo ações tipo “Jackass”, mas nos termos do físico (risos). Recentemente, por exemplo, eu tenho checado o quanto eu consigo empurrar e puxar um trenó com a força dos meus músculos, ou quanto tempo consigo correr num traje de bombeiro completo. Esses experimentos me motivam a trabalhar mais. Claro, seria bom desacelerar um pouco, mas se eu não fizer nada por muito tempo, eu perco minha energia completamente, começo a dormir o dia inteiro, e geralmente desaparecem dos meus olhos.

Eu achei que quando você fosse forçado a ficar em casa e não vagar pelo mundo, que sua esposa tivesse te dado uma lista de coisas pra você consertar na casa. Você sabe, portas barulhentas, prateleiras bambas, etc.

Não é desse jeito, mas eu ganhei umas tarefas tipo limpar, e você tem que saber que eu sou muito bom nisso. Sério. Na beira de um transtorno obsessivo compulsivo. Não vou deixar uma poeirinha pra trás. Também gosto quando tudo na casa está arrumado e no lugar que era pra ficar. E acontece que eu realmente gosto de cozinhar. Digo, eu sabia disso antes, mas agora eu tenho tido a oportunidade de desenvolver completamente meu potencial culinário.

Pra cego ver: Chris Hemsworth está encostado em uma parede branca e lisa com uma camisa preta. O braço direito está cruzado sobre o abdômen e a mão esquerda no rosto, que está um pouco tombado pra esquerda dele.

Um homem de muitos talentos. Você também sabe dirigir um carro de Fórmula 1, voar, atirar. Tem alguma habilidade que você não tem mas que queria ter?

Arco e flecha (risos). Eu sempre quis atirar uma flecha direito. Eu também tenho sido fascinado por artes marciais desde que eu era criança. Eu fiz box e kickboxing. Meu sonho é ir para a Tailândia para aprender Muay Thai lá. Eu já tive a oportunidade de tentar e eu adoraria aprender essa linda arte marcial que parece dança no ringue. Uma coisa fabulosa. Eu sou fascinado pela cultura inteira que cerca o Muay Thai. Os rituais associados com isso e as tradições centenárias.

Leia a parte 2 da entrevista aqui.
Confira as imagens em alta resolução em breve, na nossa galeria.



Mesmo durante a quarentena Chris Hemsworth continua fazendo presença. Desta vez, o ator é capa da edição de maio/junho da revista GQ. Confira a segunda parte matéria traduzida e o ensaio fotográfico a seguir.

Leia a primeira parte aqui.

Fotos por Mathew Brookes para a GQ Australia

Hemsworth tem pensado muito sobre o destino do mundo ultimamente, e não só por causa da crise atual. Seu irmão Liam, que também se mudou para Byron Bay no início desse ano, perdeu sua casa nos incêndios da Califórnia em 2018, e os incêndios na Austrália poderiam ter pego a casa de Chris também.

“O lugar todo parecia inflamável,” ele diz. “Isso me faz ver quão pouco controle nós temos sobre essas coisas, seja os incêndios ou coronavírus. Eles não discriminam, todos estamos vulneráveis a isso.”

No início de Janeiro, Hemsworth foi ao Instagram e compartilhou um vídeo com seus 40 milhões de seguidores onde falou sobre os incêndios na Australia e pediu doações, além de anunciar que estava doando 1 milhão de dólares para ajudar no combate às chamas.

É fácil para as celebridades jogar dinheiro por aí, claro. Mas no ano passado, Hemsworth também participou da Greve Global Pelo Clima (Global Climate Strike) com sua família, e ele tem sido vocal em pedir aos líderes mundiais para fazer mais pelo combate à mudança climática – Ele disse à GQ em 2017 que Donald Trump estava “cheio de merda em todos os níveis” quando o assunto foi mencionado, o que é difícil de argumentar contra.

“Não está mais tão longe, uma ameaça iminente,” ele diz. “Nós estamos ver isso acontecer em tempo real, na porta de casa. Nossa relação com a Terra e com a sociedade e um com o outro, nós estamos recebendo uma verdadeira balançada. Você começa a repensar seus valores e se torna claro o que é importante.”

“Você pode não sentir um enorme senso de que mudanças climáticas são reais e é hora de fazer algo sobre isso. Mas então está nas notícias e está à vista, fora da mente. Isso é o que me assusta porque a não ser que as coisas estejam bem na nossa frente, nós temos energia para fora antes de ser tarde demais?”

Isso é o que mais preocupa Hemsworth. Essas coisas serão deixadas para futuras gerações, para seus próprios filhos, apara lidar – e até, a oportunidade pode já ter sido perdida.

“Eles sabem mais sobre mudanças climáticas que a gente,” ele diz. “Mas também é desanimador que nós não conseguimos guiar o barco. Ver que essas crianças estão se esforçando para ganhar a atenção dos adultos – nós deveríamos estar envergonhados com isso. Eu sou inspirado por eles, mas também estou desapontado que é isso que deixamos para eles. A comunidade cientifica inteira está de acordo, então negar isso nesse ponto não é só ingenuidade, é também irresponsável e perigoso.”

É uma época difícil de pensar sobre o futuro. E é fácil fingir que Hemsworth tem todas as respostas, que ele é o super-herói que todos precisamos agora. Mas também é fácil descartá-lo como outra celebridade qualquer, pregando para as massas da sua mansão, alheio à forma como as pessoas normais vivem. A realidade é que nenhuma das duas coisas é completamente verdade.

Hemsworth não está nos pedindo para acreditar que ele sabe o que por aí. Ele pode ser um dos homens mais famosos do plante, mas pelos próximos meses pelo menos, ele é só outro cara em casa com sua família, tentando continuar a vida. Esperando pelo melhor, como todo mundo.



TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • Layout por CHBR & codificado por Lannie D