Sejam bem-vindos ao Chris Hemsworth Brasil, sua melhor fonte sobre o ator Chris Hemsworth em português e o primeiro na América Latina, com todo conteúdo relacionado ao ator em um só lugar! Somo um site criado por fãs, sem fins lucrativos, com o objetivo de informar. Não temos contato com Chris Hemsworth ou seus agentes e é proibida a cópia total ou parcial deste site. Todo o conteúdo é creditado aos seus devidos criadores.

Em entrevista ao IANS (Indo-Asian News service) Chris Hemsworth disse que ele usa a vulnerabilidade como um ponto de acesso ao público e que isso faz com que o personagem se conecte melhor com audiência.

“Eu sou vulnerável como qualquer um,” Disse Hemsworth ao IANS quando perguntado sobre usar a vulnerabilidade em personagens. “Você sabe, tudo envolvendo crianças, crianças em perigo ou se a segurança delas está em perigo, tendo filhos eu mesmo, é certamente muito mais fácil ser atraído para a natureza visceral que as circunstâncias evocariam de você”.

“Nós filmamos esse filme [Resgate] na Índia, Bangladesh e Tailândia, eu não tinha minha família comigo, então tendo a distância, eu certamente estava sentindo falta deles mais que o normal. Então era mais fácil chegar a essas emoções.” Hemsworth disse algo parecido quando perguntamos para ele, via Instagram no Question and Answer de Resgate, como ele fazia para “entrar no clima” para cenas dramáticas.

“Você sabe, [todos nós temos] as mesmas incertezas. Algumas pessoas são melhores escondendo isso que outras. Mas eu acho que vulnerabilidade é um ponto de acesso para uma audiência e isso mostra que você é humano. Mostra que tem qualidade que você espera que possa se relacionar, e incertezas e questões com que pessoas podem se identificar e isso foi incrível sobre o roteiro de ‘Resgate’ [Extraction] que foi posto na nossa frente para que nós mergulhássemos de cabeça.”

Outro grande exemplo de como adicionar falhas aos personagens pode trazer mais vulnerabilidade e, consequentemente, fazer com que o público se identifique, e até goste mais, de um personagem é Thor: Ragnarok, de 2017. Nesse filme Taika Waititi e Chris Hemsworth exploraram ao máximo as falhas do herói Thor, até então um tanto intocadas – através do humor – e o resultado foi um personagem muito mais “gostável” e que atraiu muito mais a atenção do público.

Ainda falando sobre a experiência em Extraction, Chris disse, “Foi só uma experiência incrível e colaborativa. Foi a primeira vez que eu estava trabalhando com uma plataforma de streaming [Netflix]. Eles realmente criaram um espaço para esse tipo de filme que talvez você não pudesse colocar para o consumidor durante esse tempo na história do cinema.”

“Nós pudemos fazer meio que uma volta real para os filmes de ação clássico onde você não estava se apoiando em efeitos especiais e efeitos visuais. É tudo na câmera. Foi muito exaustiva, mas maravilhosamente colaborativa, incrível experiência.”

Fonte

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • Layout por CHBR & codificado por Lannie D