Sejam bem-vindos ao Chris Hemsworth Brasil! Somos um site criado por fãs, sem fins lucrativos, com o objetivo de informar. Não temos contato com Chris Hemsworth ou seus agentes e é proibida a cópia total ou parcial deste site. Todo o conteúdo é creditado aos seus devidos criadores.

Fonte: Deadline
Tradução: Equipe Chris Hemsworth Brasil

George Miller disse ao Deadline sobre Furiosa ter uma história de fundo profunda no universo Mad Max, e agora vamos finalmente ver: A Warner Bros. está em desenvolvimento avançado com Furiosa, um spinoff derivado do blockbuster vencedor de vários Oscars de Miller, “Mad Max: A Estrada da Fúria” sobre o personagem renegado (interpretado naquele filme pela vencedora do Oscar Charlize Theron) que foi uma força notável na sobrevivência de Max no deserto.

O filme autônomo revelará as origens de Furiosa e será interpretado pela atriz de “Vidro” Anya Taylor-Joy no papel-título. O filme vai acompanhar a gênese de Furiosa antes de ela se juntar a Max Rockatansky em Estrada da Fúria. Chris Hemsworth e Yahya Abdul-Mateen II também estrelarão o filme, no qual Miller também dirigirá, co-escreverá e produzirá com seu parceiro de produção indicado ao Oscar de longa data, Doug Mitchell. A própria produtora australiana de Miller, Kennedy Miller Mitchell produzirá o filme.

Miller escreveu o roteiro com o co-escritor de “Mad Max: Estrada da Fúria”, Nico Lathouris. A equipe criativa nos bastidores de Miller inclui colaboradores australianos de longa data como o designer de produção Colin Gibson, a editora Margaret Sixel, o mixer de som Ben Osmo e a designer de maquiagem Lesley Vanderwalt, cada um dos quais ganhou um Oscar por seu trabalho em “Mad Max: Estrada da Fúria”, bem como o primeiro assistente do diretor PJ Voeten e o diretor da segunda unidade e coordenador de dublês Guy Norris.

Mad Max: Estrada da Fúria fez sua estreia mundial no Festival de Cinema de Cannes em 2015 e arrecadou 375,2 milhões de dólares mundialmente.



O galã de Hollywood, Chris Hemsworth, ganhou atenção mundial ao interpretar o papel do herói dos quadrinhos Thor na franquia da Marvel. E se seu físico musculoso e rosto bonito não são o suficiente para fazer você desejá-lo, espere até ver como ele fala sobre sua esposa e família.

O ator australiano é casado com sua esposa espanhola Elsa Pataky há quase 10 anos e juntos têm três filhos – India Rose, de oito anos, e os gêmeos Tristan e Sasha, de seis anos.

O ator de 37 anos, que mora em Byron Bay, na Austrália, estrelou em uma série de filmes de ação, incluindo Rush em 2013, no qual interpretou o lendário piloto de Fórmula 1 James Hunt, e como o Agente H em Men In Black: International, no ano passado

Apesar de suas credenciais de megastar, Chris, que também tem seu próprio aplicativo fitness, sonha em fazer algo de mais baixo orçamento. “Muito do que fiz na última década foram grandes sucessos de bilheteria de efeitos especiais”, diz ele. “Mas eu realmente gostaria de fazer filmes de orçamento menor que fossem mais voltados para os personagens”.

Abaixo, Chris conversa sobre a sua vida familiar, como salvar o planeta e seu relacionamento com o irmão mais novo e também o ator Liam.

Oi Cris. Você estará comemorando seu 10º aniversário de casamento em dezembro. Qual é o segredo para um casamento feliz?

Existem desafios e você tem que trabalhar duro – um bom casamento não simplesmente acontece.

Você pode descrever sua noite de encontro perfeita com Elsa?

Whitehaven Beach fica no coração da Grande Barreira de Corais e só é acessível por barco ou hidroavião, mas uma vez pegamos um helicóptero e fomos deixados nesta bela praia com uma garrafa de champanhe e uma cesta de piquenique. Isso é tão romântico quanto parece ser.

Uau! Elsa fica com ciúmes por sempre terem mulheres bajulando você?

Não, de jeito nenhum. Ela sabe que eu só tenho olhos para ela.

O que você achou de passar a quarentena com os três filhos?

Tem sido ótimo fazer parte da Marvel na última década e adorei as viagens e o trabalho, mas isso significou passar muito tempo longe de casa. Não ser ditado por uma agenda e poder ter um tempo adequado para a família tem sido incrível.

Quem é o pai mais severo – você ou a Elsa?

Temos a sorte de compartilhar os mesmos valores, então, quando se trata de paternidade, praticamente concordamos. Enquanto crescia, eu tinha muito pouco dinheiro e, embora obviamente esteja em uma posição muito diferente financeiramente agora, quero que nossos filhos saibam que tudo vem do trabalho duro e as coisas não vêm de graça.

Você gostaria que seus filhos começassem a atuar?

Sem querer soar clichê, eu só quero que eles sejam felizes. Eu não seria de forma alguma contra eles atuarem, mas ao mesmo tempo eu não os pressionaria a isso também. Cabe a eles.

Você tem um bom relacionamento com Liam ou briga como a maioria dos irmãos?

Somos irmãos – claro que nem sempre concordamos um com o outro. Mas eu valorizo a opinião dele e sei que ele valoriza a minha. Não importa onde estejamos no mundo, nós nos conhecemos, estamos apenas a um telefonema de distância.

Qual foi a sua experiência mais estranha com um fã?

Eu sabia que os fãs de quadrinhos eram os mais apaixonados que existem e me preparei para algo estranho – mas isso nunca aconteceu. Eles sempre foram totalmente incríveis e apenas adicionaram à experiência de interpretar Thor.

Você é mais conhecido por seu papel como Thor. Se você fosse um super-herói, de qual superpoder você gostaria de ter?

Por puro prazer seria a capacidade de voar porque acho que seria incrível.

Qual a sua maior conquista?

Tive a sorte de ter a carreira que tive até agora, mas minha maior conquista é, sem dúvida, minha família. Minha família e meus amigos mais próximos são algumas das pessoas mais gentis e compassivas que conheço – mas minha maior conquista são, sem dúvida, meus filhos.

Existe algo fora do mundo da atuação e do fitness que você gostaria de experimentar?

Como alguém que viveu perto do oceano por boa parte de sua vida, é um lugar muito especial para mim e a verdade é que não fizemos um bom trabalho em cuidar dele. O meio ambiente é muito importante para mim e gostaria de poder fazer mais.



Chris Hemsworth está voltando para Queensland para filmar um blockbuster para a Netflix depois de assinar um contrato de quatro filmes com a gigante global de streaming de vídeo.

Em um grande negócio para a indústria de entretenimento australiana, o The Sunday Mail entende que a Netflix mudará a produção de seu longa-metragem Spiderhead para Queensland, com gravações programadas para acontecerem já em novembro.

Hemsworth vai estrelar o drama ao lado do ator americano Miles Teller, do filme vencedor do Oscar Whiplash, e com Joseph Kosinski de Top Gun: Maverick na direção.

Acredita-se que Hemsworth esteja negociando para que os outros três filmes do contrato também sejam produzidos na Austrália. Se ele conseguir o que quer, será um grande impulso para empregos em um setor que foi devastado pela pandemia do COVID-19.

Os representantes da Netflix se recusaram a comentar o acordo com a estrela de Thor, mas sabe-se que dois dos filmes serão sequências do blockbuster Extraction deste ano, que é o filme original de maior sucesso do serviço de streaming até agora, com mais de 99 milhões de visualizações apenas nas quatro primeiros semanas.

O thriller de ficção científica Spiderhead, que é o primeiro filme do negócio, é baseado no conto de George Saunders, Escape from Spiderhead, que foi publicado na The New Yorker em 2010 e conta a história de condenados em um futuro próximo que podem se voluntariar para experimentos médicos na esperança de encurtar suas sentenças.

Entende-se que Hemsworth, 37, interpretará Abnesti, o brilhante visionário que dirige as instalações e faz experiências com presidiários usando drogas que alteram a emoção, incluindo o personagem de Teller, Jeff,

O filme foi escrito pelos escritores de Zombieland e Deadpool, Rhett Reese e Paul Wernick, enquanto os produtores Eric Newman (Narcos) e Tommy Harper (Star Wars: O Despertar da Força, Top Gun: Maverick) também estão na equipe.

A escolha de elenco para os papéis adicionais no filme foram realizadas na semana passada por meio de “fitas próprias”, com atores internacionais e interestaduais informados de que precisariam estar disponíveis para quarentena em Queensland, dependendo das restrições do governo estadual, a partir do início de novembro e permanecer no estado enquanto durar as gravações.

Spiderhead marcará o primeiro trabalho de Hemsworth em Queensland desde que ele filmou o enorme sucesso Thor: Ragnarok em 2016.

Foi anunciado na semana passada que Queensland abrirá suas fronteiras para cinco condados de Nova Gales do Sul, incluindo Byron Bay, no próximo fim de semana, o que significa que Hemsworth provavelmente seria capaz de escapar da quarentena e viajar livremente para Queensland durante a produção.

Spiderhead estava originalmente previsto para ser filmado nos Estados Unidos em março, antes que a pandemia COVID-19 fechasse a indústria cinematográfica global e fosse posteriormente adquirida por Queensland.

A Netflix tem uma relação existente com o estado, tendo filmado anteriormente a primeira série original da Netflix da Austrália, Tidelands – estrelando a esposa de Hemsworth, Elsa Pataky – em Brisbane, bem como a nova comédia romântica, Romance on the Menu.



Netflix escalou um elenco de matar para Spiderhead, colocando Chris Hemsworth, Miles Teller e a revelação de Lovecraft Country, Jurnee Smollett para estrelar a adaptação da curta história de George Saunders. O filme será dirigido por Joseph Kosinski e o script será por responsabilidade de Rhett Reese & Paul Wernick, escritores de filmes como Zombieland e Deadpool.

Kosinski está fazendo deste seu próximo filme após dirigir Top Gun: Maverick com Tom Cruise, que tem Teller como uma de suas estrelas.

Spiderhead se passa em um futuro próximo, quando os condenados têm a chance de se voluntariarem como sujeitos médicos na esperança de encurtar suas sentenças. O foco está em dois prisioneiros que se tornam os pacientes de teste para drogas que alteram a emoção que os forçam a lutar com seu passado em uma instalação dirigida por um visionário brilhante que supervisiona o programa.

O filme será produzido por Eric Newman para a Screen Arcade por meio do primeiro contrato do produtor com a Netflix, junto com Chris Hemsworth; Oren Katzeff e Geneva Wasserman para o The New Yorker Studios; Reese & Wernick, Tommy Harper e Jeremy Steckler.

O conto de Saunders foi publicado pela primeira vez na The New Yorker e depois foi coletado em sua antologia mais vendida, Tenth Of December.

Hemsworth acabou de estrelar Extraction, o filme de ação produzido pela AGBO que se tornou o longa-metragem mais assistido da Netflix, com uma sequência chegando. Smollett, que apareceu em cena nas últimas temporadas de Friday Night Lights, mais recentemente foi uma das atrizes coadjuvantes na nos cinemas em Harley Quinn: Birds Of Prey.

Fonte: Deadline



Em entrevista recente ao Total Film, o ator Chris Hemsworth falou sobre a transformação corporal que ele terá que passar para interpretar o papel de Hulk Hogan na filme biográfico sobre o lutador.

“Este filme será um projeto muito divertido”, disse Hemsworth. “Como você pode imaginar, a preparação física para o papel será insana. Terei que ganhar mais peso do que jamais tive, mais até mesmo que ganhei para interpretar o Thor”.

“Além disso ainda tem o sotaque, além da fisicalidade e da atitude. Eu também terei que mergulhar fundo no mundo do wrestling, o que estou realmente empolgado para fazer”, disse o ator.

Hemsworth acrescentou que “será divertido ver” ele mesmo usando o bigode icônico de Hogan. “Eu vou ficar loiro, provavelmente careca e com um bigode”, disse ele.

Ele também contou que ainda não leu o roteiro do filme: “O projeto está em desenvolvimento. Todd Phillips e eu nos encontramos para conversar sobre isso, um ou dois anos atrás. Nós conversamos sobre o projeto, que eu acho que inicialmente seria uma série de TV”.

O filme contará a ascensão de Hogan, um dos mais populares astros de luta livre durante os anos 80 nos EUA. Seu sucesso nos ringues motivou sua participação em filmes, comerciais, programas de televisão e videogames.

“Havia algumas ideias diferentes sobre em que parte da vida dele seria ambientada, então discutimos sobre o que poderia ser e o que eu pensei que poderia ser. Felizmente, eles correram com algumas dessas idéias e o roteiro está sendo escrito – mas Hulk Hogan ainda está um pouco longe”, finalizou Hemsworth, se referindo ao seu personagem.

O filme será dirigido por Todd Phillips, mesmo diretor de “Joker” e segue sem data de lançamento prevista.



Em entrevista ao IANS (Indo-Asian News service) Chris Hemsworth disse que ele usa a vulnerabilidade como um ponto de acesso ao público e que isso faz com que o personagem se conecte melhor com audiência.

“Eu sou vulnerável como qualquer um,” Disse Hemsworth ao IANS quando perguntado sobre usar a vulnerabilidade em personagens. “Você sabe, tudo envolvendo crianças, crianças em perigo ou se a segurança delas está em perigo, tendo filhos eu mesmo, é certamente muito mais fácil ser atraído para a natureza visceral que as circunstâncias evocariam de você”.

“Nós filmamos esse filme [Resgate] na Índia, Bangladesh e Tailândia, eu não tinha minha família comigo, então tendo a distância, eu certamente estava sentindo falta deles mais que o normal. Então era mais fácil chegar a essas emoções.” Hemsworth disse algo parecido quando perguntamos para ele, via Instagram no Question and Answer de Resgate, como ele fazia para “entrar no clima” para cenas dramáticas.

“Você sabe, [todos nós temos] as mesmas incertezas. Algumas pessoas são melhores escondendo isso que outras. Mas eu acho que vulnerabilidade é um ponto de acesso para uma audiência e isso mostra que você é humano. Mostra que tem qualidade que você espera que possa se relacionar, e incertezas e questões com que pessoas podem se identificar e isso foi incrível sobre o roteiro de ‘Resgate’ [Extraction] que foi posto na nossa frente para que nós mergulhássemos de cabeça.”

Outro grande exemplo de como adicionar falhas aos personagens pode trazer mais vulnerabilidade e, consequentemente, fazer com que o público se identifique, e até goste mais, de um personagem é Thor: Ragnarok, de 2017. Nesse filme Taika Waititi e Chris Hemsworth exploraram ao máximo as falhas do herói Thor, até então um tanto intocadas – através do humor – e o resultado foi um personagem muito mais “gostável” e que atraiu muito mais a atenção do público.

Ainda falando sobre a experiência em Extraction, Chris disse, “Foi só uma experiência incrível e colaborativa. Foi a primeira vez que eu estava trabalhando com uma plataforma de streaming [Netflix]. Eles realmente criaram um espaço para esse tipo de filme que talvez você não pudesse colocar para o consumidor durante esse tempo na história do cinema.”

“Nós pudemos fazer meio que uma volta real para os filmes de ação clássico onde você não estava se apoiando em efeitos especiais e efeitos visuais. É tudo na câmera. Foi muito exaustiva, mas maravilhosamente colaborativa, incrível experiência.”

Fonte



O All In Challenge é um desafio entre celebridades com o objetivo de arrecadar doações para ajudar no combate à fome durante a pandemia do COVID-19 nos Estados Unidos.

Cada celebridade que aceita o desafio precisa estipular um prêmio, que varia de pessoa pra pessoa, para os fãs que doarem para a causa. Quanto mais você doar, mais chances tem de ganhar, basicamente.

Depois de ser desafiado por Chris Pratt, Chris Hemsworth lançou o próprio prêmio para arrecadar doações. O ator veio em vídeo divulgar a oportunidade de um fã ir à premiere de Thor: Amor e Trovão junto com ele!



ATENÇÃO:
Data final: 9 de junho de 2020, às 23:59 ET
Elegibilidade: O ganhador deve ter 18 anos ou mais e ser residente dos Estados Unidos ou Canadá, de acordo com as regras oficiais disponíveis no site do All In challenge.


Detalhes:
* Cada pessoa pode ter até 200 entradas no concurso (doar até 200 dólares)
* 100% do dinheiro arrecadado irá para as instituições Meals On Wheels, Feeding America, World Central Kitchen e No Kid Hungry.
* O prêmio inclui 1 quarto e 2 noites em hotel.
* 1 ganhador e 1 convidado irão à after party (festa depois da premiere) exclusiva e poderá beber com Chris.
* 1 ganhador e 1 convidado ganharão ingressos para a premiere mundial de Thor: Amor e Trovão.
* 2 bilhetes de passagem aérea ida e volta inclusos.

Até agora, o All In Challenge arrecadou mais de $41 milhões de dólares.

Clique aqui para mais informações.



Enquanto o filme de ação com Chris Hemsworth, “Extraction” (ou “Resgate” em português) caminha para se tornar o filme mais assistido da Netflix, o escritor Joe Russo fechou um acordo para escrever a próxima parte do filme de ação. A AGBO, empresa comandada por Russo e seu irmão Anthony, está juntando as peças e está otimista de que Sam Hargrave retorne como diretor, e que Chris Hemsworth retornará como o mercenário Tyler Rake, embora esses acordos não sejam feitos pela Netflix até que o script do filme esteja pronto.

“O acordo está fechado para eu escrever a Resgate 2, e estamos nos estágios iniciais formando como a história pode ser”, disse Russo ao Deadline. “Ainda não estamos comprometidos em saber se essa história avança ou retrocede no tempo. Deixamos um grande final solto que deixa pontos de interrogação para o público”.

Aqueles que assistiram ao filme – e, a julgar pelas estimativas da Netflix, grande parte do mundo – o final deixou em aberto a oportunidade de Rake retornar. Vários dos personagens tinham histórias passadas, portanto, há flexibilidade se o filme assumisse a forma de um prequel, ou seja, contasse o que se passou antes do primeiro “Resgate”

“Sempre houve um andamento simples na história, uma execução balética de ação, na qual você interpreta um personagem machucado que cometeu um erro flagrante no passado e tem uma chance de redenção que pode ser fatal”, disse Joe Russo. “O essencial foi que precisávamos de um diretor de ação muscular como Sam para ser a principal força criativa na execução da ação”.

Russo disse que espera que o diretor de Resgate, Sam Hargrave (um colaborador de longa data dos Russos), esteja de volta ao comando.

Quanto a Hemsworth, não há acordo até o momento. Russo disse que o foco será elaborar a história, depois escrever o roteiro e mostrá-lo antes que isso aconteça. Não parece que vai ser uma venda difícil, com base no entusiasmo que Hemsworth transmitiu nas redes sociais no fim de semana passado, enquanto dizia aos seus seguidores que o filme conquistou o maior público de abertura da Netflix e que ele deve ser assistido por 90 milhões de famílias nas próximas quatro semanas. Hemsworth trabalhou com Joe e Anthony Russo, e Hargrave, em Avengers: Infinity War e Avengers: Endgame.

Resgate ofuscou Spenser Confidential (85 milhões), 6 Underground (83 milhões), Bird Box (80 milhões) e a comédia de Adam Sandler/Jennifer Aniston, Murder Mystery (73 milhões). Agora, a métrica da Netflix mudou e Extraction, Spenser Confidential e 6 Underground obtiveram visualizações contadas se cada conta tivesse assistido por dois minutos ou mais. Os outros foram baseados em visualizações de 70% do filme ou mais.

Os russos disseram que estavam gratos pela recepção de Extraction de nomes como o chefe da Marvel, Kevin Feige, até os Vingadores, que estavam tão felizes por Hemsworth.

Joe e Anthony Russo acreditam que os números de Resgate foram ajudados pela decisão de filmar na Índia, que eles visitaram pela primeira vez durante a turnê de divulgação dos filmes dos Vingadores. Quando eles criaram a ideia do filme, há 12 anos, a intenção era gravá-lo na América do Sul, algo que eles mudaram quando a Triple Frontier foi lançada.

“Ficamos chocados porque não conseguimos pensar em um filme de ação ocidental significativo que tenha sido filmado lá, e os elementos culturais apenas sobrecarregaram a narrativa”, disse Joe Russo. “Foi o combustível convincente colocá-lo em um mercado emergente como esse”.



TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • Layout por CHBR & codificado por Lannie D